minha cidade precisa de... Headline Animator

6 de mar de 2012

A vila de Paranapiacaba

Como vencer a Serra do Mar e instalar um sistema de transportes eficiente para o café até o porto de Santos, ainda no século XIX? A Vila Ferroviária de Paranapiacaba foi a resposta. 

Leia sobre essa história abaixo. As informações são da dissertação de mestrado de Thais Cruz: Paranapiacaba, a arquitetura e o urbanismo de umaVila Ferroviária. Cruz, Thais Fátima dos Santos, 2007. 

"A vila de Paranapiacaba pertence ao município de Santo André (SP). Está localizada no topo da Serra do Mar. Sua origem deveu-se à construção da primeira ferrovia paulista, a São Paulo Railway Company Ltd (SPR), empresa constituída em Londres" (Cruz, 2007, p. IV). 


Casas da Vila de Paranapiacaba Fotos: L. Mascaro, dez.  2011.
A vila "Começou a ser implantada a partir da década de 1860" (Cruz, 2007, p. 71). "No período de 1860 a 1946 (...) foi instalada em Paranapiacaba uma moderna infra-estrutura urbanística para a realidade brasileira daquela época representando um exemplo pioneiro e único de cidade empresarial projetada (...) que ainda preserva parte significativa de suas características arquitetônicas e urbanísticas originais" (Cruz, 2007, p. IV).

Vista da torre do relógio de Paranapiacaba, da ferrovia, da vila e da Serra do Mar.  Fotos: L. Mascaro, dez .2011.

A SPR "construiu uma linha férrea que, cortando a Serra do Mar, desbravou a Mata Atlântica e encurtou distâncias. Sua principal finalidade foi o transporte do café a partir da cidade de Jundiaí para o porto de Santos" ( Cruz, 2007, p.69). Para transpor os grandes desníveis da Serra do Mar, a ferrovia implantou o funicular: "sistema tecnológico desenvolvido em patamares (...), adotando o sistema da cabos e polias" (Cruz, 2007, p. XVII).

"A história de Paranapiacaba é a história do trem, pois a Vila surge por conta da ferrovia, cresce e se desenvolve, chega ao apogeu por causa da ferrovia, declina e entra em estagnação por conta da política adotada em relação ao transporte ferroviário" (Cruz, 2007, p. 176).


Outras vistas da ferrovia passando por Paranapiacaba e a descida da  Serra do Mar em direção ao litoral. Fotos: L. Mascaro, dez. 2011.
Trata-se de uma vila de grande valor patrimonial arquitetônico, urbanístico, paisagístico, histórico e ferroviário. 

Visitar Paranapiacaba é, portanto, aprender sobre a história da ferrovia, sobre a história da produção cafeeira e sobre o desenvolvimento do Estado de São Paulo. 

Para saber mais:

Dissertação:

Passeios:

2 comentários:

  1. Isso mostra como o patrimônio que constitui a matéria prima do turismo precisa de melhores cuidados, ainda mais
    um país que pretende organizar uma copa do mundo e olimpíadas, sem falar nos nossos aeroportos que encontram-se sucateados e sem capacidade de atender uma demanda interna quanto mais a destes dois eventos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, muito precisa ser feito pela preservação do patrimônio e pelo desenvolvimento do turismo!

      Excluir