minha cidade precisa de... Headline Animator

23 de dez de 2011

13 de dez de 2011

Carta para pedido de homenagem está online!

Foto:
http://blogdoronco.blogspot.com/
"Você gostaria de homenagear o sr. Tanaka dando seu nome ao Coreto da Praça Matriz?"

Dando seqüência à votação informal realizada neste blog e que teve grande apoio popular (213 pessoas votaram a favor da homenagem; 11 votaram contra e 1 se absteve) uma carta para pedido de homenagem ao sr. Tanaka está online no endereço abaixo e aguarda assinaturas:


A carta é dirigida ao Exmo. Sr. Prefeito de Dourado (SP), sr. Edmur Pereira Buzzá ; Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Dourado (SP), sr. Aparecido de Oliveira ; demais vereadores da Câmara Municipal de Dourado (SP).

Quanto mais assinaturas melhor! Assine e Divulgue! Dourado só tem a ganhar! 
Assine em: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N17912

11 de dez de 2011

Boa notícia para pedreiros

Avanço da construção civil no Brasil dá novo status à profissão de pedreiro, afirma a reportagem da Folha.com de 11/12/2011.


"A antiga noção de que construção civil é fim de carreira, um bico a quem não tem mais outra opção, está cada vez mais improvável. Em menos de dez anos, o setor mudou de patamar. O número de obras cresceu, bem como os benefícios sociais e salariais" contineu lendo a reportagem da Folha.com clicando aqui.

Segundo o vídeo da Folha.com, "a informalidade na contrução civil era de 44% e hoje diminuiu para 35%". Veja o vídeo num dos links:

9 de dez de 2011

Cartilha online: "minha casa, minha vida"

Cartilha para gestores públicos e para
os cidadãos em geral. Fonte: http://raquelrolnik.wordpress.com/
2010/06/18/cartilha-sobre-o-programa-minha-casa-minha
-vida-esta-disponivel-para-download/
A cartilha "Como produzir moradia bem localizada com os recursos do programa Minha casa minha vida?
Implementando os instrumentos do Estatuto da Cidade!" está online e disponível para download.

Ela foi elaborada pela Rede Nacional de Avaliação e Capacitação para Implementação de Planos Diretores Participativos

Um dos objetivos da cartilha é orientar gestores municipais sobre como utilizar os instrumentos do Estatuto da Cidade para produzir moradia popular bem localizada

Outro objetivo é permitir que a sociedade como um todo tenha conhecimento sobre o potencial dos instrumentos do estatuto.

As infomações são do blog http://raquelrolnik.wordpress.com

Entre outras informações, a cartilha esclarece sobre:
  • Por que é importante produzir habitação social adequada em zonas consolidadas e bem localizadas
  • Por que devemos combater e utilizar os vazios urbanos
  • Por que habitação social não precisa ser na periferia
  • Por que é preciso combater o esvaziamento de áreas centrais
  • Como aplicar as ferramentas jurídicas para alcançar esses objetivos
  • Como utilizar recursos do "minha casa, minha vida" para produzir habitação social bem localizada na cidade
Material útil e importante para pequenas, médias e grandes cidades. Basta observar que mesmo em pequenos municípios como Dourado e Ribeirão Bonito, as habitações de interesse social têm sido contruídas longe dos centros e é longe dos centros que estão os bairros mais pobres.

Isso acarreta problemas diversos, tais como problemas de:
  • locomoção urbana (distâncias cada vez maiores, falta de transporte público eficiente, falta de incentivo a transportes alternativos, como bicicleta etc.)
  • subutilização das infraestruturas existentes e maior gasto com novas infraestruturas (mais quilômetros a serem asfatados, iluminados e atendidos por redes de esgotos, água, energia etc.)
  • aumento do impacto ambiental (decorrente do aumento da área ocupada pela cidade)
A cartilha explica como minimizar ou evitar tais problemas. Acesse a cartilha aqui.

Expansão urbana horizontal

O Brasil desenvolveu uma "lógica de expansão urbana horizontal", o que está ligado a baixa densidade demográfica  das cidades. Segundo Bazolli, essa tendência seria mesmo global:

"A tendência global ao uso do modelo moderno dominante de expansão urbana horizontal dispersa e linear de baixa densidade, fundado no transporte individual e baseado em centralidades, limites difusos e na elevada pressão sobre o mercado imobiliário, está em confronto com a sustentabilidade das cidades." 


No Brasil, a densidade demográfica (= quantidade de habitantes/área) nas cidades é baixa, com exceção de grandes cidades como São Paulo.

Habitantes/km2 - 2011
2011
São Paulo
7.443,92
Araraquara
209,99
São Carlos
197,06
Dourado
41,80
Bocaina
30,22
Ribeirão Bonito
25,92

Densidade demográfica de algumas cidades paulistas.


Qual a relação disso com o espaço urbano e a vida das pessoas? 
Veja algumas reflexões, tiradas do artigo do prof. Kazuo Nakano “Cidades brasileiras: a produção social de vulnerabilidade urbana” (clique no link para ler o texto inteiro):

esvaziamento das áreas centrais das cidades
má utilização da infraestrutura já existente
"Paradoxalmente, o crescimento urbano horizontal convive com redução no número de moradores nas áreas centrais e intermediárias das maiores cidades, melhor servidas por acessibilidade, empregos, serviços, equipamentos e infraestrutura."

a especulação imobiliária
"Problemas estruturais que impõem limites e bloqueios aos avanços nessas melhoras e, em médio e longo prazo, podem provocar retrocessos. São problemas diretamente relacionados aos padrões desiguais e predatórios de ocupação do solo urbano e rural por parte de agentes do mercado fundiário e imobiliário que operam em âmbitos formais e informais."

concentração de empregos em locais distantes das moradias
necessidade de deslocamentos e problemas de transporte
"Os efeitos negativos das grandes distâncias entre locais de moradia, trabalho, consumo, estudo, entre outras atividades urbanas, se agravam com o predomínio do automóvel individual na matriz de mobilidade urbana."

expansão urbana sobre terrenos cultiváveis ou de proteção ambiental
"A expansão urbana horizontal sobre áreas periurbanas pode avançar, de modo precário, sobre solos agricultáveis, nascentes de rios e córregos, áreas de interesse ambiental e de proteção aos mananciais."

o processo de periferização
"Em suma, os grupos sociais e agentes econômicos que podem pagar acessam às melhores terras urbanas. Aqueles que não têm recursos pagam o pouco que têm para viver nas periferias distantes, em terras urbanizadas inadequadamente, na vulnerabilidade, sob risco. Sim, em nossas cidades paga-se para morar em áreas de risco por falta de alternativas."

Para fazer face aos problemas citados, desenvolveu-se o conceito de cidade compacta (o que ja é outro assunto).

8 de dez de 2011

Para ler: sobre a casa brasileira e a portuguesa




O artigo estuda os trabalhos dos arquitetos portugueses Ricardo Severo e Raul Lino. O primeiro viveu no Brasil e seu trabalho exerceu grande influência na nossa arquitetura do início do século XX

Em resumo, o artigo interessa a quem quiser saber um pouco sobre "arquitetura neocolonial" - inspirada na colonial e comum em nossa região. E também para quem se interessa sobre as relações entre a casa brasileira e a portuguesa

Foi um estudo realizado junto com as professoras:

Exemplo de uma casa neocolonial em São Carlos (SP)
Foto: L. Mascaro - 2006.

Cursos: preservação, patrimônio, história, arquitetura


CURSO DE GESTÃO E PRÁTICA DE OBRAS DE CONSERVAÇÃO E RESTAURO DO PATRIMÔNIO CULTURAL, 12
CategoriaCapacitação e treinamento semi-presencial de profissionais para a manutenção, conservação e restauro do patrimônio construído. O curso é realizado por meio da tecnologia de EAD/Ensinar/Virtus-UFPE (Ensino à Distância), através de videoconferências e aulas presenciais em módulos específicos
Inst. responsável(eis)CECI – Centro de Estudos Avançados de Conservação Integrada / Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
LocalRecife, PE
Público-alvoProfissionais de arquitetura e engenharia
PeríodoMatrículas: 1 de dezembro de 2011 a 10 de janeiro de 2012
Prazo para inscriçãoMatrículas: 1 de dezembro 2011 a 10 de janeiro 2012
Vagas30
InformaçõesE-mail: restauro@ceci-br.org .
Site: http://www.ceci-br.org

PATRIMÔNIO E HISTÓRIA
CategoriaEspecialização
Inst. responsável(eis)Departamento de História da Universidade Estadual de Londrina
LocalLondrina, PR
PeríodoDuração: 12 meses, Carga horária 360h. 1º sem./2012
Prazo para inscriçãoAté 16 de dezembro de 2011
Vagas40
Custo12 parcelas de R$ 100,00
InformaçõesLink: http://www.uel.br/cch/pos


EXPERIÊNCIA CULTURAL E PATRIMÔNIO UNIVERSITÁRIO
Inst. responsável(eis)Pró-Reitoria de Cultua e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo / Centro de Preservação Cultural da USP (CPC-USP)
LocalSão Paulo, SP (Abertura no CPC-USP - Casa de Dona Yayá. Simpósio: Teatro da Faculdade de Medicina da USP – Av. Dr. Arnaldo, 455, Metrô Clínicas)
Período7 a 9 de março de 2012
Informaçõese-mail: cpcpublic@usp.br; site: http://www.usp.br/cpc


O CONCEITO DE AUTENTICIDADE NA PRESERVAÇÃO ARQUITETÔNICA
CategoriaProgramação do curso de extensão universitária Preservação do Patrimônio Cultural, 2
Inst. responsável(eis)UFRGS/ACOR-RS
Palestrante(s)Ascensión Hernández Martínez
LocalPorto Alegre, RS, na Sala II do Salão de Atos da UFRGS
Público-alvoEstudantes e profissionais que atuem em Museus, Arquivos, Bibliotecas, Prefeituras, Ministério Público, Universidades e público em geral
Período9 de dezembro de 2012, das 9h às 13h
CustoR$ 50,00, público em geral. Desc. 50% para estudantes
Informaçõescursosacorrs@gmail.com - museu@museu.ufrgs.br; site:http://www.museu.ufrgs.br

7 de dez de 2011

Cidades paulistas de menos de 20mil habitantes

O Estado de São Paulo tem 41.822.446 de habitantes. Desses, mais de 3 milhões vivem em cidades de menos de 20.000 habitantes. Veja:

O Estado de São Paulo tem (além dos municípios maiores):
Somando as populações desses 402 municípios, temos um total de aproximadamente 3.228.110 pessoas.

Isso equivale a três cidades de Campinas (SP) - que tem um pouco mais de 1 milhão de pessoas - ou a metade da cidade do Rio de Janeiro (RJ) - que já tem mais de 6 milhões.

Mais de 3 milhões de pessoas não é pouco! Portugal, por exemplo, tem uma população de quase 11 milhões de pessoas

Será que mais de 3 milhões de pessoas precisam de:
  • planejamento urbano?
  • planejamento habitacional?
  • código de obras?
  • educação, formação profissional, opções de lazer, atividades culturais?
  • sistema de saúde eficiente?
  • empregos e perspectivas de futuro (especialmente, para os jovens)?
  • (complete a lista... )

População do Estado de São Paulo em 2010.
Fonte: IBGE: http://www.censo2010.ibge.gov.br/dados_divulgados/index.php?uf=35

6 de dez de 2011

Iguatu (CE): Fotografia e Patrimônio

Livro resgata patrimônio de Iguatu (Ceará):
Fotógrafa e historiadora Gardevânia Farias 
lançou sobre sobre patrimônio arquitetônico 
de Iguatu. Foto: Honório Barbosa.
Fonte: http://blogs.diariodonordeste.com.br/
centrosul/tag/patrimonio/


"Esta cidade que é pólo da região Centro-Sul ao longo do século passado registrou uma forte expansão comercial após a chegada da ferrovia e optou por substituir antigos casarões e lojas em estilo eclético por edificações modernas, e nem sempre de bom gosto."


Clique aqui para continuar lendo a reportagem do http://blogs.diariodonordeste.com.br/

Iguatu é uma cidade do Estado do Ceará com uma população de aproximadamente 97mil habitantes (mais informações aqui).

O livro "O conciso inventário do patrimônio histórico e arquitetônico de Iguatu" é da fotógrafa e historiadora Gardevânia Farias

É um trabalho que divulga  e valoriza a cidade, sua história e seu patrimônio. Parabéns!


Iniciativas para melhorar as cidades pequenas

Imagem: www.simplygeo.com
Devem existir várias outras, mas as iniciativas listadas abaixo contribuirão muito para o bom desenvolvimento de cidades pequenas como Ribeirão Bonito, Dourado, Bocaina, Trabiju e outras.




08-11-2011 
Curso à distância dirigido aos técnicos municipais responsáveis pela elaboração do Plano Local de Habitação de Interesse SocialInscrições estavam abertas de 04 de outubro a 10 de novembro de 2011.

17-11-2011

A qualidade dos serviços públicos vai ser premiada!


Consurso para, entre outros, os usuários de centros gratuitos de inclusão digital no Estado de São Paulo  e os trabalhos realizados por servidores e empregados públicos municipais do Estado de São Paulo.


24-11-2011

Audiências Públicas: PLOA 2012 - Emendas de Iniciativa Popular

Organização de  "audiências públicas" para captação dos recursos do PLOA 2012. Importante para cidades de menos de 50mil habitantes! Os documentos devem ser enviados até 10 de dezembro de 2011!

Carta para pedido de homenagem

"Você gostaria de homenagear o sr. Tanaka dando seu nome ao Coreto da Praça Matriz?"


Foto:
http://blogdoronco.blogspot.com/
A carta continua disponível para alterações neste blog até a próxima segunda-feira, 12 de dezembro

Depois disso será enviada ao site http://www.peticaopublica.com.br/

Lá a carta ficará diponível para receber as assinaturas das pessoas que apoiam a realização da homenagem.

4 de dez de 2011

Ainda, sobre a inexistência de Código de Obras...

O que é uma construção regular? E uma irregular?

Normalmente, uma construção regular é aquela feita de acordo com a legislação estabelecida pela administração pública, municipal ou estadual. 

A irregular, logicamente, é aquela que está em desacordo com a legislação. Caso das favelas, dos cortiços e de outros tipos de ocupação espontânea.

Por exemplo, segundo a AERF, Associação dos Arquitetos e Engenheiros da Região de Franca (SP), algumas consequências das obras irregulares são:
  • Redução da qualidade de vida dos cidadãos;
  • Deterioração da paisagem urbana;
  • Habitações (e outros tipos de obras) de baixa qualidade ;
  • Desvalorização dos imóveis;
  • Baixa arrecadação de taxas e impostos;
  • Descumprimento do Plano Diretor (quando há).
Veja a matéria completa da AERF aqui

Em resumo, o resultado de obras irregulares é: uma cidade feia, com prédios que oferecem perigo aos cidadãos, que favorecem o aparecimento de doenças, acidentes, desabamentos, poluição e, ainda, desvalorizam o conjunto urbano (desvalorizam financeiramente, inclusive).
  1. Num município que não tem "código de obras", o que é regular e o que é irregular???
  2. Quem se beneficia da inexistência de "código de obras" num município??? Quem se prejudica?? 
  3. Como uma cidade pode ser atraente (para o turismo, empresas etc) se cada um faz o que bem entende, em termos de obra?

Mogi das Cruzes, que não tem "normas específicas, o município utiliza o Código de Obras do Estado" (veja reportagem do Moginews no link).

Os vídeos (youtube) abaixo são curtos e ilustram bem os problemas da ausência de regras... Veja!




3 de dez de 2011

As universidades podem ajudar as cidades?


Já que "paira no ar" a idéia de buscar ajuda junto às universidades públicas para problemas como o da reforma da Av. da Saudade, é oportuno falar sobre as funções dessas instituições.

Em resumo, como mostram as imagens, os objetivos das universidades públicas são baseados em 3 pilares principais, que são:

  • ENSINO - formação de profissionais em diversas áreas; 
  • PESQUISA - desenvolvimento de novos conhecimentos. Significa desenvolvimento de novas tecnologias, novos medicamentos, novas teorias; é aí que se contribui para o desenvolvimento do conhecimento internacional e para a independência (ou seja, se o Brasil desenvolve sua própria vacina para uma doença, por ex., fica independente de outro país que já a produz); 
  • EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - passagem do conhecimento para a sociedade e resolução de problemas da sociedade. Esse pilar serve justamente para que a sociedade busque ajuda quando necessário.

Fonte da imagem:
http://professorjonathascarvalho.blogspot.com
/2009/08/extensao-universitaria-no-brasil.html
Em outras palavras:

Segundo o prof. de Ciências Políticas (UNESP) Marcos Del Roio: "o objetivo da universidade pública (...) só pode ser o de desenvolver e promover um progresso intelectual de massas, ou seja, para o público, e promover a cultura, a ciência e tecnologia como bem comum da humanidade, como saber e conhecimento universais". Para continuar lendo, clique aqui.

Segundo Luiz Sugimoto, do Jornal da UNICAMP, "o papel social das universidades públicas brasileiras é (...) o tripé “ensino, pesquisa e extensão universitária”. A extensão envolve o desenvolvimento de atividades educativas, culturais e científicas junto à comunidade externa, viabilizando uma relação transformadora entre a universidade e a sociedade."  Para continuar lendo, clique aqui.

Assim - embora pareça que a universidade seja uma coisa distante da realidade cotidiana - ela existe pare servir a sociedade

O papel da universidade pública NÃO É atribuir diplomas para que poucos privilegiados possam se dar bem na vida! Isso é uma visão distorcida que emerge do sistema educacional brasileiro, que é problemático.
Fonte da imagem:
https://marcelopita.wordpress.com/2010/12/28/carreira-
academica-docente-ou-pesquisador/#respond

A região do interior paulista, especialmente, a nossa região é privilegiada, pois conta com várias universidades públicas nas proximidades. 

Elas podem ajudar a resolver ou minimizar problemas de engenheria, de planejamento
urbano, de trânsito, de habitação, de saúde, de cultura, de educação etc. Por que não pedir ajuda?

1 de dez de 2011

Carta para pedido de homenagem

"Você gostaria de homenagear o sr. Tanaka dando seu nome ao Coreto da Praça Matriz?"

Foto:
http://blogdoronco.blogspot.com/
Como dito anteriormente, aí vai a carta para pedido de homenagem ao sr. Enéas Gonçalves - mais conhecido como Tanaka.

Ponto importante 1:
Esta é uma versão da carta que poderá ser alterada. As alterações serão feitas de acordo com as sugestões recebidas pelo blog. Participe! 

Ponto importante 2:
Não sou advogada, mas desconfio que, para ter validade, uma "petição pública" deve ser assinada pelas pessoas (quem souber confirmar isso, por favor, confirme).

Para que todos possam assinar, proponho colocar a carta no site http://www.peticaopublica.com.br/ por um determinado período. A carta ainda não está lá! Proponho colocá-la depois da confirmação de que é necessário a assinatura das pessoas.

Ponto importante 3:
Assinar uma "petição pública" NÃO prejudica e NÃO compromete ninguém. É um direito garantido pela Constituição Brasileira. Para verificar a lei que garante esse direito clique aqui ou aqui.

A CARTA:

Petição Pública – Homenagem ao cidadão e músico Enéas Gonçalves.



Para: Exmo. Sr. Prefeito de Dourado (SP); Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Dourado (SP).

Os cidadãos brasileiros abaixo-assinados, residentes no município de Dourado (SP) vêm, por este meio, requerer a Vossas Excelências que se faça uma justa homenagem ao cidadão e músico Enéas Gonçalves - mais conhecido como Tanaka - dando seu nome ao coreto da Praça da Matriz.

Essa proposta, que nasceu de uma iniciativa popular, teve grande apoio numa votação informal realizada pela internet. Espontaneamente, 213 pessoas votaram a favor da homenagem; 11 votaram contra e 1 se absteve.
Além disso, ela tem aspectos importantes no que diz respeito a valorização do patrimônio material e imaterial da cidade.

Patrimônio imaterial: a proposta se junta aos esforços da Prefeitura no sentido de valorizar e incentivar a tradição da Banda Marcial em Dourado. Uma tradição que começou há muitas décadas, que permanece e que deve continuar no futuro. Homenagear um legítimo representante  dessa tradição - o sr. Tanaka - ajuda a perpetuá-la e tem papel educativo.

Partrimônio material: como a Igreja Matriz, o coreto está na região da escola Senador Carlos José Botelho e faz parte da paisagem reconhecida como patrimônio por todos. É um elemento típico das cidades brasileiras que nasceram entre o fim do século XIX e início do XX. É testemunha de como se vivia antigamente e pode ser útil para atividades atuais. Dar o nome do sr. Tanaka ao coreto destaca seu valor patrimonial e ajuda a preservá-lo. Pedimos também que se faça a manutenção e preservação desse prédio.

Assim, esperamos que as autoridades sejam sensíveis a esta demanda popular e tome as providências necessárias para oficializar, sem demora, esta ação que só trará benefícios ao município.

Na forte convicção de sermos atendidos, encaminhamos este documento em (X) folhas numeradas e assinadas por todos.

Aproveitamos este documento comunicar que maiores podem ser pedidos à cidadã Luciana Pelaes Mascaro (através do e-mail minhacidadeprecisade@gmail.com), ao cidadão (alguém mais se habilita?) ou ao cidadão (alguém mais?)..

Dourado, 01 de dezembro de 2011.

(abaixo, listagem das pessoas, com nome e documento)